CRIATEES - SOLUÇÕES WEB

Nossos últimos projetos

  • cacau03
  • HMbets
  • logoMardeCoisasMockup
  • Virtuotica
  • CanalRapRJ
  • NOVO_BrasilFighter
  • uniaomotorcycle
  • PortolioByPatty
  • blogdaUrsula
Ir para o portfólio

Ultimas do Blog

  • 09105247661058
  • BlogModa
  • Redes Socias para Pequenos Negocios
  • website-
  • ecommerce
  • Allo
Ir para o Blog

o corte da sua internet

por na categoria Internet com 0 e 0
Home > Blog > Internet > PROTESTE continua na luta contra o corte da sua internet

13170212195274-t1200x480

Se você não vive em outra dimensão, provavelmente já sabe tudo sobre o possível corte/limitação que vai ocorrer na sua internet — mesmo assim, se realmente ainda não tem noção de como isso vai piorar a sua vida. Além do Movimento Internet sem Limites, a PROTESTE, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, resolveu agir e está convidando a população para ajudar na briga.

A PROTESTE comenta que a cobrança extra feita pelas operadoras é ilegal. Além disso, que essa mudança acaba ferindo todos os princípios do Marco Civil da Internet. Nele, é claro que operadoras só podem cotar a internet de alguém se o cliente não pagar a conta no final do mês.

Uma petição da PROTESTE já foi enviada. Ela reitera o pedido de liminar em uma ação contra a Vivo, a Oi, a Claro, a Tim e a NET.

Entenda

No começo de fevereiro de 2016, a Vivo anunciou um novo modelo de negócios para o plano Internet Fixa, antigo Speedy, que é a divisão responsável por oferecer planos de internet residencial. As declarações da companhia chocaram a internet: a partir de 2017, os planos de banda larga da empresa passariam a ter um sistema de franquia igual aos que já conhecemos no mundo da rede móvel.

As conexões podem ter a velocidade cortada

Isso significa que, no ano que vem, usuários da companhia terão um limite de dados em gigabytes para navegar na web – e, caso ultrapasse esse saldo, as conexões podem ter a velocidade reduzida ou até mesmo serem cortadas, sendo necessário pagar uma taxa extra para continuar navegando normalmente.

Add comment

DESENVOLVIDO POR ALAN ABREU